Páginas

Número de Visitas

Seguidores

Olá amigos!

Acreditamos que há uma outra história da humanidade a ser contada. A maioria dos posts baseiam-se nos estudos dos meus autores preferidos.

Cito alguns: Zacharia Sitchin, J. J. Benitez, Robert Bauval, Graham Hancock, Erich Von Daniken, entre outros.

Com o desaparecimento da biblioteca de Alexandria uma grande parte da nossa história foi perdida, mas com a descoberta da biblioteca do rei assírio Assurbanipal, parte dela foi recuperada para nos trazer um pouco mais de luz sobre a historia da humanidade. Mais info aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Biblioteca_de_Ninive

Wanderley Xavier

domingo, 1 de abril de 2012

"Partículas do corpo universal...agora sabemos do nosso tamanho. "



 Este mapa tenta mostrar o universo visível inteiro. As galáxias no universo tendem a reunir-se em folhas vastas e super aglomerados de galáxias que cercam os grandes vácuos que dão ao universo uma aparência celular. O universo contém também dezenas demilhares de quasars, estes são os núcleos de galáxias extremamente ativas, muitas das quais são visíveis nos limites do universo. Note que nós vemos objetos no limite do universo como eram quando o universo era 14 bilhões de anos mais novo.


O Tamanho do Universo
 
O universo visível aparenta possuir um raio de 14 bilhões de anos-luz simplesmente porque o universo tem aproximadamente 14 bilhões de anos de idade. Por esta razão, todos no universo tem a impressão de estarem no centro do universo visível. O tamanho exato do universo é complicado pelo fato de que o universo está se expandindo. Galáxias visíveis nos limites do universo visível, emitirram suas luzes quando estavam muito mais próximas de nós, e agora estão muito mais distantes.

O verdadeiro tamanho do universo provavelmente é muito maior que o do universo visível. A geometria do unverso sugere que ele tenha um tamanho infinito e que se espandirá eternamente. Mesmo que o universo não seja infinito, nosso universo visível deve ser apenas uma pequena parte de uma totalidade maior.



Hubble Deep Field (visão profunda do Hubble)

Imagem mais profunda registrada pelo  Hubble Space Telescope até hoje.
Em dezembro 1995 o telescópio espacial Hubble foi apontado, por 10 dias, para uma área vazia do céu na área da Ursa Maior. Produzindo uma das mais famosas imagens da astronomia moderna - a Hubble Deep Field. Uma pequena parte dela é mostrada aqui. Quase todos os objetos nesta imagem são galáxias que se encontram entre 5 e 10 bilhões de anos-luz de distância. As galáxias são mostradas em suas cores e formas naturais, algumas são novas e azuis, enquanto outras são velhas, vermelhas e empoeiradas.

Uma Fatia do Universo

Coletando milhares de galáxias distantes, é possível produzir uma fatia do Universo, como esta abaixo, da página 2dF Galaxy Redshift Survey, o qual mostra o Universo a uma distância de até 3,5 bilhões de anos-luz, embora não sejam coletados muitos dados para galáxias além de 3 bilhões de anos-luz. Este tipo de imagem mostra como as galáxias se aglomeram de forma uniforme em escalas maiores. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe!

Prova que os EUA desenvolvem veículos voadores (tipo OVNIS)

Imagens Secretas de OVNIS da NASA

Vídeo incrível da NASA captura o que parece ser uma gigantesca nave alienígena.

Twitter