Número de Visitas

Seguidores

Olá amigos!

Acreditamos que há uma outra história da humanidade a ser contada. A maioria dos posts baseiam-se nos estudos dos meus autores preferidos.

Cito alguns: Zacharia Sitchin, J. J. Benitez, Robert Bauval, Graham Hancock, Erich Von Daniken, entre outros.

Com o desaparecimento da biblioteca de Alexandria uma grande parte da nossa história foi perdida, mas com a descoberta da biblioteca do rei assírio Assurbanipal, parte dela foi recuperada para nos trazer um pouco mais de luz sobre a historia da humanidade. Mais info aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/Biblioteca_de_Ninive

Wanderley Xavier

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

A História Secreta da Raça Humana

 
É para mim um grande prazer e uma honra apresentar esta versão condensada de Arqueologia proibida. Permitam-me dizer, desde logo, que acredito que este livro é um marco dentre as realizações intelectuais do fim do século XX. Os estudiosos mais conservadores vão demorar um pouco mais, provavelmente muitos anos, para aceitar as revelações que ele contém. Contudo, Michael Cremo e Richard Thompson deixaram suas revelações à mostra e agora o relógio não pode voltar atrás. Mais cedo ou mais tarde, gostemos disso ou não, nossa espécie terá de se ajustar aos fatos documentados de maneira tão impressionante nas páginas que se seguem, e esses fatos são espantosos.

A tese central de Cremo e Thompson é que, infelizmente, o modelo da pré-história humana, cuidadosamente elaborado por estudiosos nos últimos dois séculos, está completamente errado. Além disso, os autores não estão propondo que esse modelo seja corrigido com pequenos ajustes e retoques. É preciso que o modelo existente seja jogado pela janela e que recomecemos com a mente aberta, sem quaisquer posições preconcebidas.

Esta é uma posição próxima da minha; com efeito, constitui a base de meus livros Digitais dos Deuses e O Mistério de Marte. Neles, porém, meu foco se deteve exclusivamente nos últimos vinte mil anos e na possibilidade de que uma civilização global avançada possa ter florescido há mais de doze mil anos, tendo sido eliminada e esquecida no grande cataclismo que pôs fim à última Era Glacial.

Em A história Secreta da Raça Humana, Cremo e Thompson vão muito além, recuando o horizonte de nossa amnésia não apenas doze ou vinte mil anos, mas milhões de anos no passado, mostrando que quase tudo que nos ensinaram sobre as origens e a evolução de nossa espécie se apóia na frágil base da opinião acadêmica e em uma amostra altamente seletiva de resultados de pesquisas. Posteriormente, os dois autores reveem os fatos apresentando todos os outros resultados de pesquisas que foram retirados dos registros nos dois últimos séculos, não porque havia neles algo de errado ou falso, mas apenas porque não se encaixavam na opinião acadêmica da época.

 
Dentre as descobertas anômalas e deslocadas relatadas por Cremo e Thompson neste livro, estão evidências convincentes de que seres humanos anatômicamente modernos podem ter estado presentes na Terra não apenas há cem mil anos ou menos (a visão ortodoxa), mas há milhões de anos, e que objetos metálicos de desenho avançado podem ter sido usados em períodos igualmente antigos. Além disso, embora já tenham sido feitas declarações sensacionais sobre artefatos fora de lugar, antes elas nunca receberam o apoio de documentação tão cabal e plenamente convincente como a que apresentam Cremo e Thompson.

Em última análise, é a meticulosa erudição dos autores e o peso acumulado dos fatos apresentados aqui que nos convence. O livro está, creio, em harmonia com o atual humor do público como um todo, que não aceita mais, sem questionar, os pronunciamentos das autoridades estabelecidas, e está disposto a ouvir, com a mente aberta, os "hereges" que apresentarem suas causas de maneira razoável e racional.

Nunca antes a hipótese de reavaliação completa da história da humanidade foi defendida com maior veemência do que a que se apresenta nestas páginas.

Graham Hancock
Devon, Inglaterra
Janeiro de 1998

Quem quiser o PDF deixe recado.

INCRÍVEL! Desenhos nas plantações em Apuaçu-SC...



De fato não estamos aqui pra julgar ninguém afinal, ninguém, absolutamente ninguém é dono da verdade. Cada um tem o seu ponto de vista, acredita no que quiser.

Mas eu, como morador de Ipuaçu visitei todos os círculos desde 2008, no início pensava como vários, "aaaa isso é fácil de fazer, na net os caras ensinam e tals"... mas com o passar dos anos, novos desenhos apareceram comecei aos poucos a mudar de ideia(não apenas pelo desenho, mas pela perfeição e principalmente por não deixar vestígios). Não que eu defenda alguma tese, mas também não duvido de nenhuma delas.

O que fica comprovado é que a cada ano aparece novos sinais em novos locais e sempre o mesmo relato, ninguém viu, nenhum cachorro latiu (geralmente são feitos perto de casas que possuem cachorros os quais latem ou se alteram ao ouvir qualquer barulho na proximidade).

Enfim, sempre fica a "pulga atrás da orelha".

Como já falei, não estou aqui pra julgar ninguém, respeito todas as opiniões e gosto de ler justamente pra saber o que os outros pensam a respeito, mas, pra quem vai visitar in loco os agroglifos se impressiona, ver fotos pela net, vídeos e comentários fica fácil de julgar. Falar que é fácil de fazer e tals também é simples, agora gostaria que alguém fizesse isso que é feito, tiro o meu chapéu. Não precisa nem fazer igual, mas pelo menos sem deixar nenhuma pegada, nenhum rastro e que o trigo não volte ao normal depois de dias. 

Lembrando que pra quem viu e visitou (e não são poucos) nota que não há caule de trigo quebrado e sim deitados, sendo que se você pisar em algum trigo para amassá-lo consequentemente irá quebra-lo.

Mas se de fato for mesmo ser humano que faz isso, sou mais fã ainda, pois, pensou em tudo, em tudo mesmo, porque por coincidência esse fato ocorre com frequência em três cidades do mundo que são Esteban Echeverria na Argentina, Wiltshire na Inglaterra e Ipuaçu, se formos pegar o Google Earth e analisarmos vamos notar que essas três cidades estão ligadas por uma linha reta, coisa que me deixa mais "encucado" e reforço a minha opinião que, quem ou o que faz isso pensou em tudo.

Eu particularmente ainda fico "em cima do muro", não acredito em tudo mas ao mesmo tempo não duvido de mais nada.

Pra quem acha que é coisa de piazada, bobeira ou algo pra chamar a atenção, respeito totalmente vossa opinião, mas por favor não julgue que as pessoas de Ipuaçu querem aparecer com isso, muito pelo contrário aqui também a grande maioria ainda esta curiosa com esse fenômeno que ocorre anualmente.

Como já vi em alguns comentários disseram: "o cara que fez isso deve tá rindo a toa agora", mas mesmo assim eu tiro o chapéu pro "cara" que fez isso, pois, só estando lá pra ver a perfeição que é feita em poucas horas, no escuro e sem deixar rastros.

Fiz esse vídeo in loco hoje pela manhã pra quem não pode visitar pessoalmente pelo menos veja como são perfeitos os desenhos....

Mantenho minha opinião.

Quem faz?

Como que faz?

E principalmente, Porque faz?

Até que ninguém desvenda o mistério, vamos conviver com as criticas, elogios e dúvidas. 

Grande abç...

Marcelo Franzosi

Compartilhe!

Prova que os EUA desenvolvem veículos voadores (tipo OVNIS)

Imagens Secretas de OVNIS da NASA

Vídeo incrível da NASA captura o que parece ser uma gigantesca nave alienígena.

Twitter